quarta-feira, 19 de maio de 2010

O detective desafia...Mitografias


Este desafio é muito divertido. Acho que não vais conseguir resistir...vais ter mesmo vontade de responder a estes "porquês"?

Imagina uma história maravilhosa - do tempo da criação do Mundo - para explicar a origem destes e doutros fenómenos curiosos:

Por que é que há tantas estrelas no céu?

Por que é que os caracóis trazem a casa às costas?

Por que é que a Lua muda de cara cada sete dias?

Por que é que a girafa tem o pescoço tão comprido?

Por que é que os ouriços têm espinhos?

Por que é que as árvores são verdes?

Por que é que o sol queima?

...

Eu vou tentar explicar um.

Por que é que a girafa tem o pescoço tão comprido?

No tempo em que os animais falavam, uma girafa brincava em casa do seu amigo urso, depois da escola. Neste tempo, a girafa tinha um pescoço pequenino. O problema é que a girafa era muito curiosa e, ainda pior, era muito gulosa.
Da cozinha vinha um cheiro delicioso, a bolo de mel, o preferido do amigo urso. Enquanto jogavam às escondidas, na vez do urso se esconder, a girafa aproveitou a oportunidadade de estar sozinha e foi espreitar a cozinha. Contudo, surgiu-lhe um problema: a porta da cozinha estava trancada. A mãe do ursinho já se tinha preparado contra esta gulodice da girafa. A girafa espreitou pela fechadura e avistou o bolo: estava em cima da mesa e tinha um aspecto delicioso. A girafa não conseguia resistir a tamanha tentação...mas o que poderia fazer? Ah! Lembrou-se da janela! "Sim, entro pela janela e ataco o bolinho de mel", pensou ela, lambuzando os beiços. E se bem o pensou, melhor o fez. O ursinho continuava escondido à espera que a amiga o encontrasse, mas ela já saía de casa e contornava-a até encontrar a janela. O pior aconteceu depois: a girafa, mal colocou a cabeça do lado de dentro da janela...zás! A janela saiu do trinco que a segurava e prendeu a girafa. Aí é que ela gritava: "Socorro! Socorrro! Estou presa!!" O ursinho, imediatamente, saiu do seu esconderijo e foi ajudar a amiga. Puxou, puxou...mas sem sucesso! Então, telefonou aos bombeiros, que eram muito fortes, e eles acorreram rapidamente ao local do infortúnio.
Os bombeiros puxaram pela girafa uma, duas, três vezes e...nada! Mas não desistiram...à milésima nona vez algo aconteceu! A girafa desprendeu-se da janela e ficou livre! Todos olharam para ela atónitos: ela não entendeu porquê. Mas logo lhe explicaram, olhando para cima:
- Girafa, que pescoço tão comprido tu tens!
E esta é a razão do comprimento do pescoço da girafa.

Vá, tenta tu agora, Detective de Palavras!

O exercício proposto foi inspirado do livro "70 + 7 Propostas de Escita Lúdica" de Margarida Leão e Helena Filipe.

Sem comentários:

Enviar um comentário