segunda-feira, 28 de junho de 2010

O Mistério do Degrau Escorregadio - Detective Rodrigo Soares

Era uma vez uma avó Karate Kid que, num passeio pela floresta, encontrou um maluco com um funil na cabeça e visgarolho, que estava a dar cambalhotas com macacos.
A avó, com a sua crista cor-de-rosa de fazer inveja, perguntou por que é que ele estava maluco e ele disse que era porque lhe faltava o seu precioso vinho. A avó foi buscá-lo e deu ao maluco.
Então, eles foram para a casa do seu amigo papagaio verde, vermelho, de todas as cores do arco-íris. O maluco bateu à porta e o papagaio, que estava a fazer um bolo de nozes, foi abri-la e perguntou se queriam comer uma fatia. Eles disseram que sim, sem pensar.
O maluco, depois de comer a fatia, foi até à cozinha mas deixou entornar vinho nos degraus. Eles com medo pegaram no carro banana pig e foram até ao vulcão cavalar (conjunto de cavalos).
Quando o papagaio voltou à cozinha viu os degraus molhados e disse: “Este é o mistério do degrau escorregadio”. Ele pegou no seu Kit e começou a investigar e reparou quer era um líquido avermelhado e lembrou-se do maluco porque ele anda sempre uma garrafa de vinho e o vinho é avermelhado, então foi procurar por todo o lado, procurou por toda a casa, praças e até nas grutas submarinas do Nik, mas ele pensou no vulcão na montanha “Pico do abutre com quistos nos olhos”, foi lá e encontrou o maluco e o rinoceronte com o seu ar morto. Eles pediram desculpa, foram na banana pig e fizeram uma grande festa por o papagaio ter descoberto tudo.


Detective Rodrigo Soares

2 comentários:

  1. RODRIGO SOARES, ESTE E BEM PROVAVEL SER O TEU MELHOR TEXTO NAS NOSSAS AULAS DE DETECTIVES. NAO QUERO DIZER QUE OS OUTRAS TEXTOS SEJAM PESSIMOS MAS ESTE SUPEROU TODOS OS LIMITES PELA POSITIVA. CONTINUA ASSIM E AINDA DE SUPREENDIRÁS.

    ResponderEliminar
  2. uau uau uau uau uau. Digo uau cinco vezes porque houve cinco partes do teu texto que me fascinaram.
    nao as digo porque todos os detectives tem segredos. DETECTIVE YOLANDA

    ResponderEliminar